Alfa e Ômega

From TSL Encyclopedia
Jump to navigation Jump to search
This page is a translated version of the page Alpha and Omega and the translation is 100% complete.
Other languages:
English • ‎español • ‎português • ‎русский

Alfa é a manifestação mais elevada de Deus no Grande Sol Central. O seu complemento é Ômega, a personificação da chama de Deus como Mãe. No Apocalipse, João Evangelista referiu-se a eles como “O Princípio e o Fim”. Juntos, eles focalizam o princípio e o fim de todos os ciclos da vida. Eles governam no Centro na Cidade Quadrangular e presidem diretamente sobre as doze hierarquias do Sol.

Para as evoluções deste sistema de mundos, Alfa e Ômega representam o Deus Pai-Mãe no coração do Grande Sol Central, respectivamente, no primeiro e no sétimo raios. Estas chamas gêmeas são a individualização mais elevada que conhecemos das polaridades masculina e feminina da Divindade.

No núcleo da consciência a que chamamos vida, Alfa personifica a chama de Deus, como Pai. Alfa disse:

Como declaramos: Porei a minha lei no seu interior e a escreverei no seu coração.[1] A Lei de Deus, a Lei da adoração, reflete-se nas palavras “EU SOU”, pois EU, Alfa, sou o que significa a origem, o número um e a palavra “EU”. Ômega, minha amada, representa o “SOU”, sendo por isso, chamada “Ah-m-ega”.

Eu/Ahmega – o princípio e o fim[2]– declaramos que as ondas de vida pulsantes pelas quais todo o cosmos foi criado são um benefício para compartilharmos o nosso amor com todos os sistemas de mundos, juntando-os numa grande unidade divina de felicidade e solicitude eternas.[3]

Embora Alfa e Ômega sejam os membros mais elevados da hierarquia do nosso universo, são também os mais humildes. A sua chama é representada no miosótis, pois eles são as mais humildes de todas as manifestações da Divindade e, por isso, as mais dignas de reger o mundo.

Ver também

Grande Sol Central

Cristal de Alfa

Fontes

Mark L. Prophet e Elizabeth Clare Prophet, Os Mestres e os seus retiros, s.v. “Alfa e Ômega.”

  1. Jr 31:33; Hb 8:10; 10:16.
  2. Ap 1:8, 11; 21:6; 22:13.
  3. Alfa, “A Replica of the Crystal Atom (Uma Réplica do Átomo de Cristal)”, Pérolas de Sabedoria, Vol. 25, n° 51, 19 de dezembro de 1982.