Anjo

From TSL Encyclopedia
Jump to navigation Jump to search
This page is a translated version of the page Angel and the translation is 100% complete.
Other languages:
English • ‎español • ‎português • ‎русский
Os Três Arcanjos e Tobias, Francesco Botticini (1470)

Espírito, arauto e predecessor divinos; mensageiro enviado por Deus para entregar sua Palavra a seus filhos. Espíritos assistentes enviados para cuidar dos herdeiros do Cristo - para consolar, proteger, guiar, fortalecer, ensinar, aconselhar e alertar. Coortes de Luz a serviço dos cristícos, filhos e filhas de Deus, em todo o cosmo. Um ‘ângulo’ da consciência de Deus - um aspecto de sua própria consciência; um ser criado por Deus a partir de sua própria Presença flamejante para servir a sua Vida na forma. “E ele disse a respeito dos anjos: ‘Aqueles que fizeram de seus anjos espíritos e de seus ministros uma centelha de fogo.’”[1]

As hostes angélicas abrangem um tipo de evolução diferente da humanidade, com sua individualidade flamejante e a pureza de sua devoção à divindade e aos arcanjos e hierarcas sob cujo comando servem. Sua função é concentrar, acelerar e ampliar os atributos de Deus em prol da sua criação. Ministram as necessidades da humanidade, magnetizando a Luz para as auras dos homens, intensificando sentimentos de esperança, fé e caridade, honra, integridade, coragem, verdade e liberdade, misericórdia e justiça, e todos os aspectos da clareza cristalina da mente de Deus .

Devido às bênçãos de sua presença invisível, o autor de Hebreus disse: “Não deixem de acolher estranhos; pois alguns receberam anjos sem o saber”[2] - e assim falando, ressaltou que os anjos encarnam e estão entre nós como nossos melhores amigos e ajudantes, mesmo quando nos são totalmente desconhecidos.  

Metaforicamente falando, os anjos são elétrons girando em torno da Presença do Sol que é Deus - elétrons que decidiram, pela sua vontade, inata em seu interior, expandir sua consciência em cada plano do ser. Anjos são elétrons que receberam uma ‘carga’ de luz/energia/consciência do Grande Sol Central para se tornarem ‘eletrodos’, isto é, pilares da presença ardente de Deus, atuando como ‘transformadores redutores’ da Luz inefável, para que seus filhos possam receber alguma esperança da glória que virá em meio à noite escura de sua condição cármica na Terra.

Os anjos podem assumir a forma humana ou a de ‘varas’ e ‘cones’ ou espirais e anéis de energia concentrada, que podem ser liberados para a cura pessoal e planetária, em resposta ao chamado dos seres Cristicos como uma transfusão literal do Corpo e do Sangue do Cristo Cósmico, onde e sempre que houver necessidade. Existem anjos de cura, de proteção, de amor, consolo e compaixão, anjos atendendo aos ciclos de nascimento e morte, anjos do Olho Onividente de Deus, que empunham a espada flamejante da Verdade para separar o real do irreal. Existem tipos e ordens de anjos que realizam serviços específicos na hierarquia cósmica, como serafins e querubins, e anjos deva que servem com os espíritos da natureza e os elementais do fogo, da água, do ar e da terra.  

O Senhor, em seu amor infinito, providenciou a iniciação dos anjos, para que eles pudessem subir na ordem da hierarquia. Através de séculos de lealdade ao Criador e devoção inabalável à sua criação, os anjos podem receber o dom sagrado do livre arbítrio e a oportunidade de entrar nos portais do nascimento. Uma vez que eles descem na forma dessa maneira, os anjos começam a evoluir através do reino dos Deuses, sujeitos aos mesmos testes, iniciações e leis cármicas que se aplicam aos filhos e filhas de Deus. Quando eles cumprem todos esses requisitos, os anjos podem passar pelo ritual da ascensão e, então, qualificar-se para ocupar o cargo de Arcanjo ou Arqueia para um sistema de mundos.

Ver também

Arcanjo

Anjos caídos

Três reinos

Lista de mestres ascensos, seres cósmicos e anjos

Fontes

Mark L. Prophet e Elizabeth Clare Prophet, Saint Germain On Alchemy (A Alquimia de Saint Germain).

Template:MSP-pt.

  1. Hb 1:7.
  2. Hb 13:2.