Apolo e Lumina

From TSL Encyclopedia
Jump to navigation Jump to search
This page is a translated version of the page Apollo and Lumina and the translation is 100% complete.
Other languages:
English • ‎español • ‎português • ‎русский
Estátua de Apolo (Cópia romana de original grego em bronze)

Apolo e Lumina são os guardiães da consciência do Cristo Cósmico. Os Elohim do segundo raio auxiliam os que desejam conhecer Deus por intermédio da mente do Filho, a segunda pessoa da Trindade. Para os Elohim do segundo raio tudo se resume à “precipitação instantânea da mente de Deus.”

Grécia Antiga

O deus há muito conhecido pelos gregos como o mitológico Apolo poderia representar muito bem a memória de um antigo encontro com os Elohim. Todavia, após milhares de anos, os deuses e as deusas assumiram características cada vez mais humanas na mente das pessoas, portanto, o que é hoje atribuído a Apolo como o deus da mitologia grega não reflete necessariamente a realidade dos Elohim.

Apolo era conhecido na tradição pitagórica como o símbolo da beleza masculina, o deus solar que personificava a luz espiritual que tinha o sol por imagem física. Ele representava a descida do céu para a Terra. Alguns consideravam que ele fosse o Logos Solar, o Mediador, Vishnu, Mitra, Horus, o Verbo Universal. Ele foi legislador das cidades-estados gregas. Como deus da adivinhação e da profecia, comunicava-se com a humanidade por intermédio de profetas e oráculos, como o famoso Oráculo de Delfos.

Estátua de Apolo do Templo de Zeus, em Olímpia

A chama da iluminação

A chama de Apolo é amarela-dourada e está envolta num relâmpago azul. A chama azul age como um campo de força de energia que protege a luz do Cristo. O relâmpago azul atravessa a densidade do erro e da má qualificação do homem, abrindo caminho para a chama dourada de Lumina, que manifesta a perfeição dos sete aspectos da mente Crística. As chamas gêmeas de Apolo e Lumina infundem a terra, o ar, o fogo e a água com a inteligência encerrada no centro do átomo – a essência da mente diamantina e resplandecente de Deus.

Apolo e Lumina desejam que nos concentremos na educação e na aceleração da mente de Deus, em toda a humanidade. Em 6 de julho de 1975, Apolo trouxe uma dispensação valiosíssima: a da vara da iluminação para elevar as mentes da humanidade. Ele disse que essa dispensação é concedida uma vez a cada dez mil anos. Ele disse-nos: “Se a humanidade quiser, pode utilizar a vara para entrar numa nova era, uma era de ouro”.[1]

O Grande Diretor Divino explicou que esse eletrodo de energia pode reverter toda a negatividade que paira sobre nós. “Essa dispensação foi concedida para que, nos vinte e cinco anos que restam para o término do século, os portadores de luz aproveitem ao máximo a oportunidade para aumentar a sua percepção divina,”[2] para que, assim, a mente de Deus seja restabelecida no seu interior.

Podemos visualizar a vara da iluminação sendo ativada no nosso interior. Devemos vê-la como uma intensa luz dourada que pulsa no nosso cérebro. Imaginemos o eletrodo queimando todas as impurezas que impedem que o fluxo da luz de Deus flua na nossa mente. Vejamos, também, uma coroa de luz dourada – que é a manifestação da mente de Deus – sobreposta sobre a nossa cabeça e a cabeça das crianças de luz do mundo.

Retiro

Artígo principal: retiro de Apolo and Lumina

O retiro de Apolo e Lumina fica no plano etérico, sobre a Baixa Saxônia, na Alemanha. Para preparar a futura era de ouro, correntes magníficas da chama da iluminação são liberadas daquele templo. Os milhões de anjos que servem sob a direção de Apolo e Lumina, estão prontos para avançar e elevar a consciência de todo o planeta até o nível do Cristo, em resposta aos chamados dos estudantes.

Estes anjos, juntamente com os anjos que servem nos retiros de Jofiel e Cristina, do Senhor Lanto, do Deus e da Deusa Meru, do Senhor Gautama Buda, do Senhor Himalaia, do Senhor Senhor Maitreya e dos Instrutores Mundiais, Jesus e Kuthumi, podem ser invocados para proporcionar a iluminação de toda a humanidade, pois têm capacidade suficiente para enfrentar a tarefa tremenda que têm à mão. Peçamos-lhes que manifestem uma ação iluminada e inteligente em todas as situações, especialmente as que afetarão o futuro da Terra e das suas evoluções.

Ver também

Elohim

Fontes

Mark L. Prophet e Elizabeth Clare Prophet, Os Mestres e os seus retiros, s.v. “Apolo e Lumina.”

  1. Elizabeth Clare Prophet: The Great White Brotherhood in the Culture, History and Religion of America (1987), p. 269–70.
  2. Grande Diretor Divino, A Path of Karma Yoga (Uma Senda de Carma Yoga) Pérolas de Sabedoria, vol. 31, n° 73, 30 de outubro de 1988