Cardeal Bonzano

From TSL Encyclopedia
Jump to navigation Jump to search
This page is a translated version of the page Cardinal Bonzano and the translation is 100% complete.
Other languages:
English • ‎español • ‎português
Cardeal Bonzano

O cardeal Bonzano viveu em Chicago e ascendeu depois da sua transição em 1927. Ele foi um prelado da Igreja Católica Romana durante muitos anos. Quando ainda era um padre viu a chama violeta quando meditava. Em certo ponto das suas devoções a chama violeta tornou-se uma parte viva e constante do seu ser. Por intermédio da chama violeta e do serviço prestado transmutou carma suficiente para alcançar a ascensão.

Desde a sua ascensão o cardeal Bonzano disse:

Antes de ascender, como sacerdote da Santa Igreja a que pertencia à época, ansiava de todo o coração receber das mãos de Deus todas as maravilhas que o Seu amor pudesse oferecer. Então, aprendi em níveis internos a lei da chama violeta e conheci uma comunhão interior com Saint Germain que, por vezes, também foi concedida a outros princípes da Igreja.

Depois disso, estava apto para ser elevado à condição de ser ascenso e de me acercar do amado Jesus, o que considero um tributo supremo do céu. Mas, como muitos de nós não nos sentimos satisfeitos em apenas desfrutar das maravilhas celestes, continuamos doando amor e servindo a humanidade de diferentes maneiras. Diariamente miríades de anjos irradiam a sua luz para a Terra transportando mensagens de amor dos nossos conselhos e dos conselhos de estrelas que estão para além do vosso entendimento.[1]

Vaivasvata Manu falou sobre a ascensão do cardeal Bonzano:

Alcançar a ascensão na luz é a meta de todos os homens. Mas a ascensão na luz, mesmo sendo um presente para todo homem, exige certa dedicação. Em várias ocasiões a Grande Lei Cósmica concedeu a ascensão a pessoas que não tinham tido o treinamento completo nesta atividade específica – alguns de vós estais familiarizados com o cardeal Bonzano e sabeis que ele fez a ascensão na luz. No entanto, este ensinamento específico e singular, a invocação do fogo sagrado por meio dos decretos, foi calculado pelos mestres ascensos para proporcionar sucesso e oportunidade imensuráveis aos que praticam os seus ensinamentos e os seus princípios.

Embora haja indivíduos que, ocasionalmente, podem fazer a sua ascensão sem pertencerem a esta atividade, isso não significa que este caminho não seja rápido, valioso e inestimável. Pelo amor dos mestres ascensos e pelo amor do Espírito da Grande Fraternidade Branca, exorto-vos a apreciar a oportunidade que tendes de ouvir as nossas palavras, de caminhar nesta luz e de expandir a chama luminosa que existe no vosso interior, até que, em harmonia com a unidade universal de Deus, ela fique em paz com a harmonia universal que existe em todos.[2]

Podemos invocar o cardeal Bonzano (assim como o Papa Pio XII e o Papa João XXIII, o Padre Pio, Santa Teresa de Lisieux, a Madre Cabrini, Santa Bernadete e muitos outros que ascenderam depois da sua encarnação final ao serviço da Igreja Católica Romana) pedindo a iluminação da hierarquia católica e a libertação dos devotos de todo medo e ignorância que têm dos verdadeiros ensinamentos de Cristo.

Fontes

Mark L. Prophet e Elizabeth Clare Prophet, Os Mestres e os seus retiros, s.v. “Bonzano, Cardeal.”

  1. Cardeal Bonzano, 24 de novembro de 1963.
  2. Vaivasvata Manu, Torrents of Divine Love, (Torrentes de Amor Divino), “A Palavra Radiante”, Pérolas de Sabedoria, vol. 15, n° 48, 26 de novembro de 1972.