Imagem do Seu Eu Divino

From TSL Encyclopedia
Jump to navigation Jump to search
This page is a translated version of the page Chart of Your Divine Self and the translation is 100% complete.
Other languages:
English • ‎español • ‎português
caption
A Imagem do Seu Eu Divino

Existem três figuras representadas na Imagem do Seu Eu Divino, que chamaremos de figura superior, figura do meio e figura inferior. Elas correspondem à Trindade cristã: a figura superior corresponde ao Pai, que é um com a Mãe, a figura do meio ao Filho, e a figura inferior ao templo do Espírito Santo.

A figura superior

Nós nos dirigimos ao nosso Deus Pai-Mãe como a Presença do EU SOU. Este é o EU SOU O QUE SOU, que Deus revelou a Moisés e individualizou para cada filho e filha de Deus. Sua presença EU SOU é cercada por sete esferas concêntricas de luz do arco-íris. Estes compõem seu corpo causal, o local obrigatório de sua Presença do EU SOU. No budismo, é chamado de Dharmakaya - o corpo do Legislador (a Presença do EU SOU) e a Lei (o corpo causal).

As esferas do seu corpo causal são planos sucessivos da consciência de Deus que compõem o seu mundo celestial. São as “muitas mansões” da casa de seu pai, onde você deposita seus “tesouros no céu”. Seus tesouros são suas palavras e obras dignas de seu Criador, pensamentos e sentimentos construtivos, suas vitórias pelo bem e as virtudes que encarnou para a glória de Deus. Quando você exercita criteriosamente seu livre arbítrio para usar diariamente as energias de Deus no amor e na harmonia, essas energias ascendem automaticamente ao seu corpo causal. Elas se acumulam na sua alma como “talentos”, que você pode multiplicar ao utilizá-los bem, vida após vida.

A figura do meio

A figura do meio da Imagem representa o “Filho unigênito” do Deus Pai-Mãe, a emanação da luz de Deus, o Cristo Universal. Ele é o seu mediador pessoal e o advogado da sua alma perante de Deus. Ele é o seu Eu Superior, a quem você apropriadamente se refere como seu amado Santo Cristo Pessoal. João falou dessa presença individualizada do Filho de Deus como “a verdadeira Luz, que ilumina todo homem que vem ao mundo”. Ele é seu professor interior, seu Esposo Divino, seu Amigo mais querido e é mais frequentemente reconhecido como o Anjo da Guarda. Ele o envolve todas as horas do dia e da noite. Aproxime-se dele e ele se aproximará de você.

A figura inferior

A figura inferior da Imagem é uma representação de si mesmo como um discípulo na senda de reunião com Deus. É a sua alma evoluindo através dos planos da Matéria, usando os veículos dos quatro corpos inferiores para equilibrar o carma e cumprir seu plano divino. Os quatro corpos inferiores são o corpo etérico ou da memória; o corpo mental; o corpo emocional ou de desejos; e o corpo físico.

A figura inferior é cercada por um tubo de luz, que é projetado a partir do coração da Presença EU SOU, em resposta à sua chamada. É um cilindro de luz branca que sustenta um campo de força de proteção 24 horas por dia, desde que você mantenha sua harmonia de pensamento, sentimento, palavra e ação.

Selada na câmara secreta do coração está a chama trina da Vida. É a sua centelha divina, a dádiva da vida, a consciência e o livre arbítrio da sua amada Presença do EU SOU. Através do amor, sabedoria e poder da divindade ancorada em sua chama trina, sua alma pode realizar sua razão de ser na Terra. Também chamada chama de Cristo e chama da liberdade, ou flor-de-lis, a chama trina é a centelha da divindade da alma, seu potencial para a Cristicidade.

A figura inferior representa o filho do homem ou filho da Luz, evoluindo sob sua própria “Árvore da Vida”. A figura inferior corresponde ao Espírito Santo, pois a alma e os quatro corpos inferiores devem ser o templo do Espírito Santo. A chama violeta, o fogo espiritual do Espírito Santo, envolve a alma enquanto a purifica. É assim que você deve se visualizar em pé na chama violeta. Você pode invocar a chama violeta diariamente em nome de sua Presença do EU SOU e do Santo Cristo para purificar seus quatro corpos inferiores e consumir pensamentos negativos, sentimentos negativos e carma negativo em preparação para o ritual do casamento alquímico - a união da sua alma com o Amado, o seu Santo Cristo Pessoal.

O cordão de cristal

Artígo principal: cordão de cristal

O cordão de prata (ou de cristal) é a “corrente da vida”, que desce do coração da Presença do EU SOU através do Santo Cristo Pessoal para nutrir e sustentar (através dos sete chakras e da câmara secreta do coração) a alma e seus quatro corpos inferiores. É através desse cordão “umbilical” que a luz da Presença flui, entrando no ser do homem pelo chakra da coroa e dando impulso à pulsação da chama trina na câmara secreta do coração.  

Mostrada logo acima da cabeça de Cristo está a pomba do Espírito Santo que desce na bênção do Deus Pai-Mãe. Quando sua alma alcançou o casamento alquímico, ela está pronta para o batismo do Espírito Santo. E ela pode ouvir o Deus Pai-Mãe pronunciar a aprovação: "Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo."[1]

A evolução da alma

Quando sua alma termina uma vida na Terra, a Presença do EU SOU retira o cordão de prata, quando sua chama trina retorna ao coração do seu Santo Cristo Pessoal. Sua alma, vestida com sua veste etérica, gravita para o nível mais elevado de consciência ao qual alcançou em todas as suas encarnações passadas. Entre as encarnações, ela é educada nos retiros etéricos até sua encarnação final, quando a grande lei decreta que ela retornará à Grande Fonte de Deus para não sair mais.

Sua alma é o aspecto não permanente do seu ser, que você torna permanente através do processo de ascensão. Por esse processo, sua alma equilibra seu carma, se une ao seu Santo Cristo Pessoal, realiza seu plano divino e retorna finalmente à presença viva do EU SOU O QUE EU SOU. Assim, os ciclos dela saindo para o Cosmos da Matéria são concluídos. Ao alcançar a união com Deus, ela se tornou o Ser Incorruptível, um átomo permanente no Corpo de Deus. A Imagem da sua Divina Presença é, portanto, um diagrama de si mesmo - passado, presente e futuro.

Fontes

Template:THA-pt.

  1. Mt 3:17.