Cyclopea e Virgínia

From TSL Encyclopedia
Jump to navigation Jump to search
This page is a translated version of the page Cyclopea and Virginia and the translation is 100% complete.
Other languages:
English • ‎español • ‎português
0000212 all-seeing-eye-of-god-5-x-7 600.jpeg

Cyclopea e Virgínia são os Elohim do quinto raio (o raio verde) da verdade, da cura, da constância e do desejo de precipitar a abundância de Deus por meio do conceito imaculado da Virgem Santa. Essas chamas gêmeas mantêm o foco do Olho Onividente de Deus, a pureza da ciência da precipitação e auxiliam a humanidade e as formas elementais da vida a precipitar no mundo da forma a abundância do Espírito de Deus.

O Olho Onividente de Deus

Cyclopea é o Elohim da visão e a sua consciência cósmica personifica a visão do Criador. A criação é uma ação da faculdade da visão divina. Cyclopea mantém a visão para toda vida, por isso é conhecido como o Olho Onividente de Deus. Ensina a mestria do terceiro olho e empresta o seu momentum de visão para a libertação de ondas de vida e lares planetários como a Terra, Vênus, Marte e muitos outros que estão além do nosso sistema solar e da galáxia.

O apóstolo Tiago disse: “O homem vacilante é inconstante em todos os seus caminhos”.[1] Jesus disse: “A lâmpada do corpo são os olhos. Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz”.[2] Cyclopea e Virgínia focalizam a pureza da visão singular, que se perdeu quando a humanidade comeu o fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal. Por meio do foco do Olho Onividente de Deus no chakra do terceiro olho, no centro da testa, eles irradiam a verdade do plano divino original através de uma única chama verde que emite os sete raios coloridos dos Elohim. Esse é um foco de pureza que enobrece o homem por meio do caduceu espiralado que, quando se eleva e ancora na testa, é o símbolo da sua vitória alada e do seu retorno à integridade.

O serviço que eles prestam

Cyclopea faz parte das 12 hierarquias solares e ocupa a posição da décima linha do relógio cósmico em prol das evoluções deste sistema solar, representando a hierarquia de Escorpião e ensinando o uso correto das energias criativas. Cyclopea é membro do Conselho do Carma, no qual representa o quarto raio da pureza.

Ele e Virgínia também são conhecidos como os Elohim da Música e como o Deus e a Deusa da Música. Por intermédio da música das esferas, dirigem as atividades da fala, da audição e da visão, focalizando os raios da concentração e da consagração para as evoluções que estão sob os seus cuidados. São os patronos cósmicos da música, encarregados de trazê-la das esferas por meio dos raios masculino e feminino de Alfa e Ômega. Essas magníficas chamas divinas prestam esse serviço há muito tempo em prol das evoluções de muitos sistemas de mundo.

Cyclopea e Virgínia guardam a consciência virginal. Durante os conclaves que se realizam a cada seis meses no Retiro do Royal Teton, Cyclopea libera bolas de fogo azul na atmosfera da Terra por intermédio do foco do Olho Onividente na extremidade norte do santuário. Essas bolas e os raios de luz que as acompanham impregnam a Terra com a ação da vontade de Deus e da pureza da concepção divina de cada homem, mulher e criança no planeta. A ação do relâmpago azul atravessa os eflúvios densos e abre o caminho para a chama cristalina da pureza e para o raio esmeralda, que são mantras curativos do coração de Cyclopea e Virgínia, que purificam os quatro corpos inferiores das correntes de vida às quais prestam assistência.

O poder da visão

Cyclopea diz que se nós reconhecêssemos o “elo de contato” entre as hostes angélicas e os Elohim, entre os mestres cósmicos e os mestres ascensos e entre os estudantes da espiritualidade em todo o mundo, descobriríamos “um grande derramamento de ajuda espiritual descendo do alto, como um indicador perfeito de qualquer momento, que vos permitiria ter uma finura espiritual ... semelhante à do Mestre Saint Germain antes da sua ascensão”.

Portanto, “no santo nome da liberdade, deixai que o poder da vossa visão se expanda. Deixai que o poder da luz de Deus dentro de vós seja um raio resplandecente que atua como uma espada que penetra ... e revela a senda para a mestria infinita que se encontra no interior da vossa Presença Divina, EU SOU”.

O Elohim enfatiza: “Precisais ter o mesmo sentimento que o vosso amado Saint Germain alcançou – o de que a vitória de Deus é uma Realidade cósmica ... que expande radiosamente o seu poder do altar do vosso coração ... para o mundo da forma. O poder da visão transmutadora precisa ser reconhecido para que o poder que flui através do homem também seja transmitido à vida elemental. O poder da visão espiritual pode ser transferido para os elementais, que são grandes mímicos e têm, até agora, imitado a humanidade nas suas representações errôneas, fazendo com que espinhos e cardos se manifestem na consciência”.[3]

Em 1997, Cyclopea deu uma dispensação para nos ajudar a cumprir o nosso plano divino: “A partir da luz branca, criei um selo que imprimo em todas as almas de Deus que já transmutaram certa quantidade de carma. Vós que atingistes esse nível... se me fizerdes chamados diários, recebereis ajuda para manifestar o vosso padrão divino em pequenas e grandes coisas, em questões planetárias e nos sistemas de mundos”.

Se você não estava presente naquele momento ou não tinha transmutado o grau exigido de carma, pode pedir a Cyclopea para abençoá-lo agora, neste exato momento. Pode pedir que o abençoe com aquele selo e o ajude a manifestar o seu “padrão divino”.

Cyclopea também disse que “em determinado ponto da Senda, todo chela precisa ativar e reivindicar a visão divina como um atributo seu”. Explicou que podemos consagrar-lhe o seu decreto[4] e outros decretos do raio esmeralda, e ele dar-nos-á força e “mostrará a vasta ciência de Deus, inclusive a ciência da vossa ascensão na luz”.[5]

Os Elohim Cyclopea e Virgínia desejam que focalizemos a atenção no nosso padrão divino e também nos seguintes assuntos: a cura das nações e a cura das suas economias e dos seus povos; acabar com o uso inadequado da música, da ciência e da tecnologia, inclusive da engenharia genética e da clonagem, o combate à guerra bacteriológica e à disseminação de vírus e micróbios nocivos.

Retiro

Artígo principal: Retiro de Cyclopea e Virgínia

A aura de Cyclopea é verde com reflexos do prisma da consciência Crística que se assemelha à ação do cristal. A aura de Virgínia é verde com matizes brancos. O seu retiro no plano etérico está situado sobre as montanhas Altai, onde a Mongólia, a China e a Rússia se encontram, próximo a Tabun Bogdo.

Ver também

Elohim

Vigilante Silencioso

Fontes

Mark L. Prophet e Elizabeth Clare Prophet, Os Mestres e os seus retiros, s.v. “Cyclopea e Virgínia.”

  1. Tg 1:8.
  2. Mt 6:22.
  3. Cyclopea, 22 de novembro de 1964.
  4. Decreto 50.05 em Orações, Meditações e Decretos Dinâmicos para Transformação Pessoal e Mundial.
  5. Cyclopea, The Beacon of the Seeing Eye of God Be with You (Que o Feixe de Luz do Olho Onividente de Deus Esteja Convosco!), Pérolas de Sabedoria, vol.40, n°19, 26 de março de 1997.