Quatorze Mestres que Governam o Destino da América, Os

From TSL Encyclopedia
Jump to navigation Jump to search
This page is a translated version of the page Fourteen ascended masters who govern the destiny of America and the translation is 100% complete.
Other languages:
English • ‎español • ‎português

Os Quatorze Mestres que Governam o Destino da América são magníficos seres de luz da Estrela Divina Sírio, sede do governo divino desta galáxia. Foram designados por Deus para supervisionar o progresso dos Estados Unidos e ajudar a estabelecer um governo divino na América.

Segundo diz o espírito de liberdade destes quatorze mestres ascensos:

A vitória da América não é a vitória de uma nação. É a vitória das Doze Hierarquias do Sol nas doze tribos de Israel, que vieram de todas as nações para mergulharem na chama e retornarão a todas as nações para reacender a chama e serem para todos os povos os portadores dos fogos da liberdade.

Que os que correm na corrida ouçam o brado dos Quatorze Mestres Ascensos. Clamamos por liberdade em toda a Terra. O nosso clamor é o clamor da Mãe Divina. É um brado para libertar as almas da humanidade.[1]

A era de ouro no Saara

Artígo principal: Era de ouro no deserto do Saara

Há mais de 50 mil anos, num país fértil onde é agora o deserto do Saara, Saint Germain foi o rei-imperador de uma grande civilização de era de ouro. Sob o seu reinado iluminado, a civilização conheceu uma era de paz, de abundância e realizações, no comércio, na educação, nas artes e na ciência.

Nessa era de ouro, a autoridade sobre os assuntos de estado pertencia a quatorze mestres ascensos, dois governando em cada um dos sete raios da luz Crística, com quatorze mestres menos elevados encarregados dos sete departamentos do governo. Nenhum governo, desde essa época, se aproximou minimamente das realizações dessa administração divinamente dirigida. Por centenas de anos, a harmonia entre os povos era lei e não era preciso que as forças armadas se impusessem para que a lei fosse cumprida.

O declínio da civilização começou quando parte da população ficou mais interessada nos prazeres efêmeros dos sentidos do que no plano maior do Grande Eu Divino. Os governantes perceberam que deviam afastar-se e deixar o povo aprender, a duras penas, que a sua felicidade e a sua honra provinham da adoração ao Deus interior e que, se almejavam a felicidade, deveriam adorar e servir a Luz. Um conselho cósmico instruiu o governante a abandonar o reinado e o seu povo.

O rei e os seus filhos partiram sete dias depois. No dia seguinte, chegou ao reino um príncipe que assumiu o poder sem qualquer oposição. Dois mil anos depois, a maior parte daquele império se transformara em solo estéril. A deterioração da natureza foi o resultado da discórdia e do egoísmo do povo, anteriormente elevado, que ali vivera.

Os cidadãos daquela civilização antiga estão hoje reencarnados na América. O seu destino é ascender, como uma nação, reconhecer o Eu Verdadeiro e restabelecer uma importante cultura espiritual, sob a tutela e a liderança de Saint Germain.

O serviço que eles prestam hoje

E esses mesmos quatorze mestres estão aqui de novo como os quatorze mestres que governam o destino da América e oferecem a sua ajuda se a pedirmos:

Não nos trateis como se tivéssemos vindo de estrelas distantes, como se fôssemos parentes que vos visitam esporadicamente! Nós estamos aqui! Em resposta ao vosso chamado, nós vos ajudaremos!

Lembrai-vos que, quando ouvimos fiats poderosos, nós respondemos e pedimos reforços. E vós tendes a vitória. E os caídos são totalmente derrotados. Eles não têm poder! Eles não têm poder! Eles não têm poder sobre vós!

Invocai o SENHOR! Elevai-vos no Seu domínio! E lembrai-vos de que os arcanjos lutam por vós. Nunca entreis em confronto direto com alienígenas ou seres caídos, mas, nos vossos decretos, entregai-os às hostes do SENHOR. Esta é a fórmula, amados, e funciona. Em prol de todas as evoluções do planeta, colocai em prática, todos os dias, as fórmulas da Grande Fraternidade Branca![2]

Fontes

Mark L. Prophet e Elizabeth Clare Prophet, Os Mestres e os seus retiros, s.v. “Os Quatorze Mestres Ascensos Que Governam o Destino da América.”

  1. O Espírito da Liberdade em Os Quatorze Mestres Ascensos Que Governam o Destino da América, 22 de novembro de 1975.
  2. Os Quatorze Mestres Ascensos Que Governam o Destino da América, Pérolas de Sabedoria, vol. 46, n° 10, 9 de março de 2003.