K-17

From TSL Encyclopedia
Jump to navigation Jump to search
This page is a translated version of the page K-17 and the translation is 100% complete.
Other languages:
English • ‎español • ‎português

“K-17” é a alcunha do mestre ascenso que chefia o Serviço Secreto Cósmico, cujos membros são devotos do Olho Onividente de Deus. Eles usam a sua Visão Divina para advertir os cidadãos do cosmo das ameaças à segurança da individualização da chama divina – ameaças à vida e à liberdade, aos governos do mundo e à família, como unidade básica da sociedade de Aquário.

Antes de ascenderem, por volta dos anos 1930, K-17 e a sua irmã mantiveram a vida dos seus corpos físicos por mais de 300 anos. Eles continuam a evoluir e a servir a humanidade e mantêm um casarão em Paris, assim como focos em outras partes do mundo, ondem treinam chelas não ascensos.

Muitas vezes, ele visita o poder Executivo dos Estados Unidos, trabalha com membros do FBI, e também está familiarizado com o Kremlin, embora ali não conheçam a sua verdadeira identidade.

O trabalho do Serviço Cósmico Secreto

Os membros do Serviço Secreto Cósmico são os guardiães do destino da liberdade na América e em todas as nações do planeta. Pela natureza do seu serviço, estão muito perto da oitava física onde, frequentemente, se apresentam como guardiães da ação correta e, em meio ao caos e à crise, auxiliam os membros das agências de segurança das nações. Algumas vezes, trabalham absolutamente incógnitos, assumindo a aparência das pessoas em cujos postos e organizações desejam infiltrar-se.

K-17 explica que as suas legiões “se dedicaram a ser os membros da Hierarquia que permanecem mais perto da oitava física e da sua vibração. Foi dito que faço mais aparições físicas nas sedes dos governos e aos líderes das nações do que qualquer outro mestre ascenso. Isso ocorre devido à dispensação concedida às legiões do Serviço Secreto Cósmico para trabalharem tão perto da humanidade, que as pessoas sentem a nossa presença de forma tangível e, portanto, nos tempos de adversidade, os seus medos são aplacados, pois sentem a ajuda celestial que está sempre próxima, quando há dedicação à honra cósmica”.[1]

K-17 utiliza um campo de força de proteção conhecido como “anel impenetrável”, que é um anel de fogo branco, capaz de assumir as cores dos raios, conforme a necessidade. Ele traça esse círculo de chama viva em torno de pessoas e locais, a fim de protegê-los e selar a identidade e o campo de força dos que se dedicam a servir a luz.

Trabalho com K-17

Em 1973, K-17 descreveu o trabalho das suas legiões e explicou como podemos ajudá-las:

As minhas legiões são agentes do Cristo Cósmico e estão sempre atentas, procurando manifestações subversivas contra o Cristo e a consciência Búdica que desabrocha na humanidade As minhas legiões têm computadores que registram todo o tipo de informação sobre todos os tipos de pessoas, pois como trabalhamos com o Guardião dos Pergaminhos, precisamos estar preparados para fornecer, a qualquer mestre ascenso e a qualquer momento, o que chamaríeis de dossiê de uma corrente de vida.

As informações são usadas para determinar a aptidão das pessoas para um trabalho específico que os mestres ascensos desejam atribuir-lhes.

Nas nossas fileiras, temos vagas abertas para aqueles que, usando o Olho Onividente de Deus e com a ajuda de Cyclopea, quiserem ajudar a chamar a atenção da Hierarquia para pessoas, condições, organizações e acontecimentos que não estejam de acordo com a Lei e que sejam... uma ameaça ao avanço da luz no planeta. Sabeis que Deus é onisciente, e que a Sua onisciência se manifesta pela percepção que Ele tem de Si mesmo, no homem. Deus usa as vossas mãos, os vossos pés e também os vossos olhos. E não é errado as pessoas encarnadas chamarem a atenção da Hierarquia para as condições que estão sendo criadas e requerem o selo do fogo branco – o anel impenetrável.

Também preciso comunicar que, quando estiverdes a serviço das legiões de K-17, podeis usar o manto da invisibilidade. Trata-se de um campo de força que vos manterá invisíveis, quando estiverdes em lugares perigosos e trilhardes as estradas em serviço da Fraternidade. E, lembro-vos que quando quiserdes ser vistos, pedi ao Cristo Pessoal que o manto seja removido...

Com as minhas legiões aprendereis que há épocas nas quais será definitivamente importante caminhar incógnito pelo mundo. Quando estiverdes no campo inimigo para colher informações e descobrir o que for possível em prol da luz, devereis permanecer nas dobras da capa da invisibilidade e a vossa consciência e a vossa alma dir-vos-ão que o silêncio é de ouro e a discrição a melhor parte da coragem.[2]

Muitas pessoas encarnadas servem o Serviço Secreto Cósmico. Isso ocorre porque muitos mestres ascensos que servem os Conselhos da Grande Fraternidade Branca não encarnaram recentemente. Após a ascensão, deixam de entrar em contato com as situações mundiais ou com a sociedade contemporânea, como faziam enquanto estavam encarnados no planeta. Embora tenham o poder de se sintonizar com a humanidade para executar o trabalho que lhes compete empregam somente a energia necessária.

O braço não ascenso do Serviço Secreto Cósmico reúne informações sobre casos específicos, elabora relatórios sobre a situação mundial e emite opiniões sobre o que deve ser feito em determinados casos. Relatórios de vários agentes são reunidos e examinados. Os mestres comparam as suas opiniões às sugestões dos agentes não ascensos. Na maioria dos casos, eles transmitem os resultados de forma concisa ao Conselho do Carma. Em certa medida, as ações finais da Fraternidade baseiam-se nas informações recolhidas pelos que estão encarnados.

Lanello e K-17

Em 1977, Lanello revelou que, antes de ascender, trabalhou durante muitos séculos com K-17. Os dois mestres continuam a trabalhar juntos e, em 1996, publicaram um relatório sobre o cenário mundial, no qual pediam aos estudantes que fizessem chamados a Cyclopea para que possíveis ataques à América fossem descobertos e interceptados.

Você pode se inscrever para fazer parte do Serviço Cósmico Secreto, e uma maneira de fazer isso é escrever cartas a Lanello e K-17. Você pode escrever para eles todas as noites e queimar a carta. Os anjos levarão essa carta ao Retiro do Royal Teton, onde os Senhores do Carma se encontram, e você pode dar todo tipo de informação que você tenha consciência de que deve ser corrigida. Você pode declarar qual é o problema e, em seguida, oferecer qual parte de seu serviço e decretos ou qualquer outro serviço você contribuiria para a cura dessa condição na sociedade ou sobre o que você talvez conheça como uma grande ameaça ao governo desta nação ou de outras nações.

K-17 e as legiões sob o seu comando devem ser invocados para que, pelo poder do Olho Onividente de Deus, sejam desmascaradas as forças e conspirações que têm o objetivo de minar o plano de Saint Germain para manifestar um governo divino na era de ouro. A sua chama é verde-azulada e branca, e ele é muitas vezes chamado simplesmente de “Amigo”.

Fontes

Mark L. Prophet e Elizabeth Clare Prophet, Os Mestres e os seus retiros, s.v. “K-17.”

Pérolas de Sabedoria, vol. 46, n° 5, 2 de fevereiro de 2001.

  1. K-17, Agents for the Cosmic Christ (Agentes do Cristo Cósmico), Pérolas de Sabedoria, vol. 17, nº 11 e 12, 17 e 24 de março, 1974.
  2. Idem.