Elemental do Corpo

From TSL Encyclopedia
Revision as of 15:52, 2 June 2020 by Tmoras (talk | contribs)
(diff) ← Older revision | Latest revision (diff) | Newer revision → (diff)
Jump to navigation Jump to search
Other languages:
English • ‎español • ‎português

Um ser da natureza (em geral invisível e cuja atuação passa desapercebida na oitava física) que serve a alma desde o momento de sua primeira encarnação nos planos da Matéria, zelando pelo corpo físico.

Com cerca de um metro de altura e semelhante ao indivíduo a quem serve, o elemental do corpo, trabalhando com o anjo da guarda sob o comando do Cristo Pessoal regenerador, é o amigo invisível e auxiliar do Homem.

Esse servo dedicado é o companheiro constante do homem durante suas inúmeras encarnações.

O papel do elemental do corpo no nascimento de uma criança

Trabalhando sob a direção do Cristo Pessoal e da Presença do EU SOU, perante quem ele se inclina como o Grande Regenerador da Vida, o elemental do corpo faz descer à manifestação física o padrão eletrônico e a matriz etérica da corrente de vida . A partir do momento em que o renascimento é anunciado pelos Senhores do Carma e a concepção ocorre, elemental do corpo da alma que entra une forças com os elementais do corpo do pai e da mãe, formando uma trindade em ação sob ordens para coalescer as energias do Pai, Filho e Espírito Santo dentro de cada célula do embrião em desenvolvimento.[1]

A partir do momento em que o cordão umbilical é cortado e a chama trina é acesa pelo Espírito Santo que sopra em suas narinas o sopro da vida - até que seja extinta no final do ciclo na Terra, o elemental do corpo atende às necessidades da alma em evolução no plano físico, assim como as hostes angélicas ministram suas necessidades nos planos emocional e mental.

O trabalho do elemental do corpo

O elemental do corpo é sempre uma imitação do humor e das ordens do indivíduo. Se o homem decreta "estou bem" ou "estou doente", "me sinto bem" ou "me sinto mal", o elemental do corpo é o gênio que parece realizar seu desejo - o carma do homem é sua única limitação.

O elemental do corpo é o companheiro que as crianças costumam ver e que os pais acabam por aceitar como parte do seu mundo de "faz de conta". Vestido de acordo com o estilo da consciência do indivíduo, esse ajudante invisível coloca a veste que mais se assemelha à qualidade predominante expressada no momento pela corrente de vida ou uma que tenha sido destacada no passado.

Quer o homem reconheça quer não a existência do elemental do corpo e a sua responsabilidade de lidar corretamente com este servo, o elemental recebe dele as suas ordens e age de acordo com a sua vontade. Todos os pensamentos e sentimentos do homem são transferidos eletronicamente para ele, e imediatamente manifestados dentro das células do templo do corpo. Assim, o homem provoca muitas vezes as suas enfermidades, fazendo primeiro com que o seu elemental do corpo adoeça. Ele treina o seu servo a pensar e sentir de forma negativa, e o seu servo obedece. Enquanto as dúvidas e medos paralisam completamente o elemental do corpo, uma atitude positiva em relação à vida permite-lhe estabelecer a saúde e o bem-estar do homem.

Assim como as sílfides e as salamandras, os gnomos e as ondinas são sobrecarregados pelos eflúvios planetários, os elementais do corpo também são fortemente incapacitados pela consciência das massas. Se o indivíduo está possuído por demônios ou sob uma influência negativa, o elemental do corpo não consegue deixar de ser afetado pela circunstância. Assim, um corpo físico enfermo pode ser sintomático da contaminação da aura e do controle da consciência por forças desvinculadas do Cristo. A menos que enfrentados em nome do Cristo, esses intrusos podem impedir o elemental do corpo de executar satisfatoriamente o seu serviço. A prevenção e a cura melhor e mais segura, e o homem deve fazer invocações diárias ao Cristo Pessoal para libertar e proteger o elemental do corpo de toda interferência estranha e de tudo que não é da luz.

A fonte de energia que o elemental do corpo usa ao prestar serviço ao corpo físico é a própria chama do coração do homem e as emanações de luz dos chakras. Se estes centros, que servem para distribuir a energia do coração para os quatro corpos inferiores, estão recobertos de eflúvios astrais, o elemental do corpo tem mais dificuldade para manifestar a perfeição no plano físico. Quanto mais luz o indivíduo tiver trazido à manifestação no campo de força de seu ser, mais luz o elemental do corpo terá para trabalhar enquanto cuida da chama que está no altar do templo do corpo.

Você é o mestre do seu elemental do corpo. Ao dar a ele opiniões positivas em vez daquelas reclamacoes negativas, você será muito mais feliz, mais saudável e mais santo - e o seu elemental do corpo também. E, é claro, os elementais do corpo não podem fazer o melhor trabalho, mesmo que desejem, quando você não lhes dá a melhor comida, exercício, ensinamentos e práticas espirituais.

A imortalidade do elemental do corpo

Diferente de outros elementais, o elemental do corpo desfruta de uma forma de imortalidade. Criado simultaneamente com o corpo físico do homem, ele se torna uma parte da consciência da alma em evolução, à medida que ela ganha experiência no plano da matéria. Entre as encarnações da alma, o elemental do corpo se identifica com a contraparte etérica e é preparado juntamente com a alma para a próxima encarnação. Revigorado pelo Cristo Pessoal para o serviço que o espera, o elemental do corpo adquire a forma da polaridade por vezes mutável - masculina ou feminina - do corpo que a alma habitará.

O elemental do corpo só ganha a imortalidade quando a alma conquista a sua ascensão. Não tendo mais necessidade de um corpo físico, a alma não precisa mais dos serviços do elemental do corpo, que fica igualmente livre da roda das reencarnações e dos fardos da densidade humana. Quando ganha merecimento pelo serviço prestado, o elemental do corpo pode ser requisitado pelo mestre ascenso como um ajudante imortal. Chamas gêmeas ascensas, cada uma possuindo um amigo semelhante, formam um quarteto espiritual. O elo imortal entre o Mestre e o seu ajudante é sem paralelo no cenário humano, exceto talvez na lealdade entre Damon e Pítias.

Abandonar o corpo

Mesmo iogues mais avancados tiveram momentos de grande dificuldade e tristeza ao abandonar o corpo no seu samadhi final, quando a alma morre e não volta. Isso é chamado mahasamadhi. Quase todo mundo (com exceção daqueles que sofrem uma ruptura psicológica grave entre o ser e o corpo) forma um apego emocional com o corpo. Afinal, foi este corpo que vestimos e ao qual nos moldamos, o corpo que proporcionou o templo para nossa alma e o meio pelo qual experimentamos prazer e dor neste plano, equilibramos nosso carma e fizemos boas ações.

Por isso, dizemos: “Bem-aventurado o laço que nos une à terra quando precisamos estar atados à terra para cumprir nossa razão de ser e bem-aventurado o poder libertador de Shiva! quando é hora ‘de descartar essa espiral mortal.’” As emoções conectadas ao nosso apego ao corpo são naturais, e você deve estar ciente de que o seu elemental do seu corpo tem uma consciência e sua consciência permeia o corpo físico.

Não confunda os medos do seu elemental do corpo com os seus. Seu elemental do corpo também está ligado ao corpo, porque esse é o trabalho dele. Ele cuida do corpo. Sem o corpo, ele não tem mais trabalho! Então, ele está se perguntando para onde está indo e o que fará quando você deixar esse corpo de lado na sua encarnação final. Você precisa confortar seu elemental do corpo como faria com uma criança e prometer a ele que o levará para a próxima oitava, porque ele tem sido um servo muito fiel. Diga a ele que ele ainda pode ser seu ajudante de campo depois que você ascender e ele terá muitas tarefas.

Ver também

Elementais

Para mais informações

Mark L. Prophet and Elizabeth Clare Prophet, The Path of the Higher Self, volume 1 of the Climb the Highest Mountain® series, pp. 380–87.

Fontes

Mark L. Prophet e Elizabeth Clare Prophet, Saint Germain On Alchemy (A Alquimia de Saint Germain).

Template:CHM-pt, capítulo 7.

Pearls of Wisdom, vol. 35, no. 30, July 26, 1992.

  1. Onde o pai não está presente, seu Cristo Pessoal direciona os raios de luz para a mãe para ajudar no desenvolvimento da criança.